Oportunidades de Intercâmbio na Nova Zelândia

Por que falarmos sobre oportunidades de intercâmbio na Nova Zelândia? É um dos países que melhor controlaram a pandemia, com a liderança da primeira-ministra Jacinda Ardern, a Nova Zelândia mostrou ao mundo como combater a COVID-19. Com lockdowns extremamente restritivos logo no começo da pandemia, no começo de 2020, e também com o rastreamento contínuo de casos. Até o momento, foram menos de 30 mortes no país, e menos de 2800 casos no total.

Com isso, o país se tornou exemplo mundial no combate ao vírus. Ao mesmo tempo, está fechado por tempo indeterminado. Os políticos locais dizem que o país só reabre quando for seguro para sua população, ou seja, é uma nação que realmente coloca a vida das pessoas em primeiro lugar. Apesar de estarem com as fronteiras fechadas, em 2022 provavelmente será possível realizar o intercâmbio. Confira abaixo as oportunidades de intercâmbio na Nova Zelândia.

Curso de idiomas

Oportunidades de Intercâmbio na Nova Zelândia

O mais popular de todos os intercâmbios, o curso de idiomas pode ser feito a partir de 2 semanas no país. Porém, nós aconselhamos períodos um pouco maiores. Essa recomendação acontece em razão de o país ser bem distante do Brasil. A passagem aérea já é um investimento à parte, sendo assim, vale investir um pouco mais e alongar o período para ficar pelo menos 4 semanas.

Esse tipo de intercâmbio pode ser feito tanto em Auckland, que é a maior cidade da região, quanto em cidades menores, como Wellington e Queenstown. Ou seja, tem destino para os mais diversos perfis. É bom frisar que quem visita o país costuma se apaixonar e é muito comum que se estenda em algumas semanas o curso. Então, prepare-se para essa possibilidade.

Os cursos de idiomas costumam ser divididos em 3 principais cargas horárias. O curso regular tem em torno de 15 horas por semana, o semi-intensivo em torno de 20 horas, enquanto o intensivo tem em torno de 25 horas semanais. A carga horária ideal depende muito de cada estudante. Se você tem um perfil mais acadêmico, pode valer fazer o intensivo. Porém, se você prefere uma mescla entre os estudos e as visitas pela cidade, pode se identificar com uma carga menos intensa.

Estudo + Trabalho (Study & Work)

Estudo e Trabalho na Nova Zelândia

Um complemento ao primeiro item, o study & work é uma opção popular entre os estudantes internacionais. Nesse sentido, o aluno irá estudar inglês, porém por um período maior, de no mínimo 14 semanas. Dessa forma, o aluno terá direito ao visto de estudante. Ao mesmo tempo em que terá o visto de estudante, poderá tirar a documentação para ter a permissão legal de trabalhar no país.

A permissão de trabalho será de 20 horas por semana. É muito provável que, trabalhando meio período, você consiga bancar seus custos de estadia no país, mas isso vai depender muito do seu perfil. Além disso, ainda tem um ponto positivo extra: o salário mínimo da Nova Zelândia está entre os melhores do mundo.

Como resultado, essa oportunidade vai preencher bem o dia dos que realizarem esse intercâmbio. Normalmente, pela manhã são os estudos, e pela tarde ou noite, a depender do empregador, o trabalho. Em suma, é importante entender que não será um intercâmbio no qual se terá muito tempo de descanso, pois, sem sombra de dúvidas, esse estudante terá uma rotina movimentada.

High School

High School

Agora, vamos falar de quem deseja fazer uma parte do ensino médio no exterior. O High School nada mais é, que isso, realizar uma das séries do ensino médio, fora do país. Além disso, é possível estender o período, caso o estudante e sua família assim desejarem.

Todavia, é necessário cumprir alguns pré-requisitos importantes. Como por exemplo, o idioma precisa, no mínimo, estar no nível intermediário. É feito um teste gratuito, para confirmar qual o conhecimento sobre o idioma, bem como muitas instituições tem exigências referentes ao histórico acadêmico dos candidatos. Nesse sentido, muitos alunos podem ser barrados se demonstrarem não ser interessados nos estudos. Então lembre-se, estudar fará toda a diferença para esse programa.

Falando especificamente sobre o High School na Nova Zelândia,  a educação do país está entre as melhores do mundo. Além de ter a oportunidade de uma experiência bastante singular, o aluno agrega uma educação humanista, que pensa no ser humano como ponto importante e central. As habilidades socioemocionais são constantemente trabalhadas durante as aulas por lá. Do mesmo modo, consegue um diferencial para seu currículo, tanto profissional, quanto acadêmico.

Universidades (Higher Educacion)

High School

Caso os programas anteriores não tenham lhe chamado a atenção, é bem provável que realizar uma graduação ou pós no exterior esteja nos seus planos. Desse mesmo modo, o programa de Higher Education nada mais é que realizar um curso de ensino superior em alguma universidade ao redor do mundo. E de novo, a Nova Zelândia está entre os primeiros países do mundo nesse momento da educação.

Existem alguns caminhos nesse sentido. É possível fazer uma graduação, normalmente com 4 anos de duração, podendo variar a depender do curso escolhido. Também dá para fazer um mestrado, que tem um período de 1 ano e meio a dois anos. E um doutorado, com tempo variado.

Em síntese, também é um programa que traz vários benefícios. A permissão de trabalho por meio período também existe nesse cenário. Assim como as obrigações, comprovação do inglês, em nível avançado, com teste de proficiência, normalmente o IELTS ou TOEFL, e também podem existir exigências referentes ao currículo acadêmico. Logo, não há uma regra fechada, pode ter mudanças consideráveis de acordo com a instituição e o curso que irá se candidatar.

Tem alguma curiosidade ou dúvida? Precisa de ajuda para decidir qual a melhor opção para você? Fale com um de nossos consultores. Auxiliaremos da melhor forma possível para que seu intercâmbio seja inesquecível!

Ah! Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais @travelmateintercambio e confira nossos conteúdos, promoções e condições exclusivas!